EasyLearningManagement_lightbulb

Você acabou de migrar para o Office 365 e, como acontece com outros produtos da Microsoft, você provavelmente tem um monte de perguntas sobre o seu novo ambiente. Ou, você começou a usar o Office 365 há um tempo atrás, mas ainda está tendo problemas para gerenciar tudo. Como você entende o uso de vários serviços Office 365 ? Como você irá gerenciar caixas de e-mail? Como você irá monitorar o tráfego de e-mail?

maxresdefault-3

Você precisa de informações detalhadas sobre todos os aspectos do Office 365 para mantê-lo funcionando sem problemas. E para isso, você tem duas opções padrões: Scripts PowerShell e através dos relatórios embutidos no Office 365. Infelizmente, scripts do PowerShell são demorados e carecem de flexibilidade, enquanto os relatórios raramente quebram a superfície da potência de dados que é o Office 365.

Então, quais são as outras opções?

ManageEngine acaba de lançar Office365 Manager Plus, uma solução de relatórios poderosa, baseada na Web Office 365. Ele inclui extensos relatórios sobre vários componentes do Office 365, incluindo o Exchange Online, o Skype for Business e Windows Azure. Ele ainda consolida os dados a partir destes componentes e apresentam os como relatórios detalhados para lhe dar visibilidade completa do seu ambiente Office 365.

Aqui está uma lista de alguns relatórios importantes que você pode achar útil:

Detalhes da caixa de e-mail: Apresenta a lista de todos os usuários de caixas de e-mail, caixas de e-mail, caixas de e-mail inativas, e muito mais.

Tamanho da caixa de e-mail: Ajuda você a analisar o tamanho da caixa de e-mail, restrições sobre o tamanho.

O conteúdo da caixa de e-mail: Fornece detalhes sobre o tamanho do anexo, contagem de mensagens em pastas, e ajuda a auditar mensagens com base no assunto.

OWA: Detalhes do Outlook Web Access detalhes de início de sessão para usuários e contas de usuários bloqueados.

O tráfego de e-mail: permite monitorar principais remetentes e destinatários, bem como spam superior e destinatários de malware.

Segurança caixa de e-mail: Fornece informações sobre caixa de e-mail e segurança caixa de e-mail compartilhada, configurações de senha do usuário, e a última alteração de senha.

Skype para Empresas: Dá-lhe uma visão sobre como os usuários estão usando o Skype for Business, fornecendo detalhes sobre as sessões de peer-to-peer, conferências, uso PSTN e muito mais.

Dispositivos móveis: Fornece a lista de dispositivos móveis utilizados por funcionários com seus detalhes OS, política e fabricante.

Windows Azure: Dá um inventário completo de grupos de segurança, listas de distribuição, usuários, contatos e licenças em seu ambiente Azure.

Para tornar mais fácil para você compartilhar e colaborar, Office365 Manager Plus também tem as características poderosas para você personalizar, exportar, programar, e incorporar esses relatórios. Além disso, você pode delegar tarefas de relatórios para o pessoal de TI e o pessoal de help desk sem lhes dar acesso ao centro de administração do Office 365.

Se tiver o Office 365 em sua organização, realize o download do Office365 Manager Plus e conheça as maravilhas desta ferramenta, contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware .

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

img_5330

O que é IPAM?

Gerenciamento de endereços IP, ou IPAM, de acordo com Wikipedia.org, “um meio de planejamento, acompanhamento e gestão do espaço de endereços Internet Protocol usado em uma rede.” Toda rede hoje usa endereçamento IP – desde as maiores empresas, com o SMB, e, o menor rede doméstica. O telefone, DVR, e até mesmo eletrodomésticos (em alguns casos) têm endereços IPs sobre eles. Hoje, mais do que nunca, os endereços IPs devem ter esse planejamento, acompanhamento e gestão que o IPAM fornece.

lampadas

Sem IPAM?

Nem toda empresa possui um IPAM ou tem uma aplicação de software dedicado para executar o gerenciamento de endereços IP. Muitas empresas, trabalham sem gerenciamento de endereços IP. Em vez disso, eles criam IPs complexos endereçamentos de convenções, documentos do Word ou planilhas, a fim de rastrear os endereços IPs e impedir os endereços IPs duplicados.

conflitos de endereços IPs são uma das questões mais devastadores que podem acontecer em uma rede corporativa. Vamos pensar sobre isso por um minuto …

Tudo hoje depende da rede. Aqui estão alguns exemplos de problemas que podem ocorrer sem  o IPAM no lugar:

Interrupção do servidor maciço – Você pode ter todos os seus servidores em um data center de tamanho médio a falar com uma única matriz SAN em um endereço IP primário. E se o endereço IP de repente for utilizado por um PC desktop recém configurado que foi mal configurado com um endereço IP em conflito por um administrador júnior? Um conflito de endereço IP pode causar paralisações de servidores em massa.

Muita confusão e perda de produtividade – Digamos que você tinha um conflito de endereço IP apenas entre dois dispositivos. Os dispositivos podem ou não ser importante (como o seu próprio computador portátil ou laptop do CEO), eles são certamente menos importante do que a matriz SAN. No entanto, apesar de todo o data center não estar down, você (e seus colegas de trabalho) ainda podem passar horas tentando resolver um conflito de endereços IPs.

Atrasos na implantação – Quando adicionamos novos servidores ou desktops (realmente qualquer dispositivo na infraestrutura), você precisará atribuir um ou vários endereços IPs para concluir o trabalho. Você não pode simplesmente escolher aleatoriamente um endereço IP ou então você tem uma boa chance de ter um conflito de endereços IPs. Muitas vezes, um administrador simplesmente realiza o ping em endereços IPs aleatórios para certificar se ele está em uso. Provavelmente,  mais tarde (e inesperado) quando um dispositivo com esse endereço IP estiver on-line e causa um conflito de endereços IPs.

Por que o IPAM é necessário?

Existem três razões principais pelas quais IPAM é necessário para os prestadores de serviços de comunicação:

Gestão de recursos
Estratégia de crescimento
Transição para o IPv6

1. Gestão de Recursos

Um sistema para organizar o espaço de endereços IP é vital porque há apenas um número finito de recursos IP disponíveis – e estes custam dinheiro. Sem um sistema IPAM para controlar e gerenciar endereços IP, conflitos de IPs podem causar sérios problemas para os usuários.

Por exemplo, considere que cada dispositivo de rede conectado à Internet ou intranet corporativa requer pelo menos um endereço IP. Esses dispositivos também precisam ter acesso a um servidor DNS para resolver nomes de domínio. Se houver mais de um dispositivo com o mesmo endereço IP, roteadores de rede não vão saber por onde passar pacotes de dados, para não interromper as operações. Um sistema IPAM pode ajudar através do rastreamento de IP e automatizar tarefas para manter o fluxo de trabalho em execução.

Estratégia 2. Crescimento

Você poderia ficar sem endereços IPs e ficar incapaz de manter o controle de seu espaço de endereço com precisão ou facilmente.

3. IPv6 e dual-stack

IPAM tornou-se ainda mais importante desde a introdução do novo Protocolo Internet, IPv6. Mais detalhes estão disponíveis abaixo.

Como o IPv6 afeta o IPAM?

Existem três principais formas que o IPv6 tem aumentado a necessidade de prestadores de serviços para adotar uma solução IPAM:

Formato de endereço e Tamanho

IPv6 oferece quatro vezes mais espaço de endereços de IPv4, que permite a pouco mais de 4 bilhões de endereços. Um IPv6 usa um endereço de 128 bits, enquanto IPv4 segue um esquema de endereçamento de 32 bits. A complexidade adicional de IPv6 significa que, enquanto o administrador pode ter sido uma vez capaz de lembrar um endereço IPv4, algum tipo de ferramenta IPAM é necessário para manter o controle de recursos IPv6.

Compatibilidade

Estes dois protocolos vão coexistir por algum tempo e fornecedores precisam de uma solução que possa organizar o espaço de endereço na aplicação destes protocolos lado a lado (em “modo dual-stack”). Uma solução IPAM permite catalogar seus recursos de rede IPv4, bem como espaço de endereço IPv6.

Estratégia de roteamento

Enquanto anteriormente pode ter sido possível gerenciar espaço de endereços IPv4 usando planilhas ou sistemas manuais, IPv6 é tão grande e complexo que isso é impraticável. Você pode alocar e monitorar blocos muito maiores de endereços em IPv6 do que você jamais poderia, em IPv4. A transição para o IPv6, portanto, dá-lhe a oportunidade de redesenhar sua infraestrutura de rede inteira. Use IPAM para monitorar sua implantação IPv6 e reajustar a sua estratégia, conforme necessário.

Se interessou pelo assunto? Gostaria de melhorar a monitoração de seus IPs e acabar de vez com as planilhas? Venha conhecer melhor o ManageEngine OpUtils contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

Ciab FEBRABAN - 2016 logo

Nesta semana estaremos participando mais uma vez do CIAB 2016, que acontece de 21 a 23 de Junho no Transamérica Expo Center em São Paulo. Gostaríamos de lhe convidar a nos visitar em nosso stand no Espaço Internaci0nal (Pavilhão A), I14, mapa abaixo.

Ciab FEBRABAN - 2016 ManageEngine mapa

Venha nos visitar e conhecer as tendências do setor de Tecnologia da Informação.

WindowsActiveDIrectory2

ManageEngine sempre destacou a importância de monitorar e alertar sobre alterações do Active Directory durante anos. Com este nível de monitoramento e alerta, você pode ver e ser notificado de qualquer alteração fundamental no Active Directory com um e-mail! Isso é poderoso.

Para monitorar e alertar sobre alterações do Active Directory, é necessário estabelecer a SACL (lista de controle de acesso de segurança) nos objetos do Active Directory. Idealmente, você vai configurar o SACL no nível do domínio, que irá então ser herdado, através da estrutura do Active Directory.

Uma vez que você tenha configurado, você precisa verificar se a SACL é correto, para ter certeza de que você não irá perder nenhuma alteração. Mas, como você irá fazer isso sem uma grande quantidade de tempo e esforço manual? A resposta é bem simples. Por exemplo, se o seu nome de domínio é adsolutions.demo, você irá executar:

Dsacls dc=adsolutions,dc=demo /A

Executar este a partir de um prompt de comando em um controlador de domínio e ele irá exibir o SACL e o DACL (lista de controle de acesso discricionário), junto as propriedades. A Figura 1 dá-lhe uma saída simples.

sacl-figure-1

Figura 1. SACL saída para o domínio

Claro, você também pode fazer isso para as unidades organizacionais, grupos e até mesmo o esquema do Active Directory. Não deixe mais um dia passar sem garantir que o seu Active Directory é seguro e todas as alterações estão sendo rastreadas!

Agora que você sabe como extrair as informações do seu Active Directory, venha conhecer melhor o  ManageEngine ADAudit Plus,  monitore seu Active Directory e extraia o máximo de informações. Conte com a equipe ACSoftware para realizar seus testes.

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

ME_ServiceDeskPlus_RGB

Com a série ITAM melhores práticas, você pode aprender a manter o controle sobre as métricas que importam. Este post tem como objetivo acompanhar os KPIs direito e tomar as melhores decisões.

Gerar relatórios ITAM específicos podem ajudá-lo a alcançar os objetivos específicos. Vamos dar uma olhada em alguns desses objetivos e os seus relatórios correspondentes.

Se a formulação de um orçamento de TI eficaz é o seu objetivo, monitore os seguintes pontos:

  • Custo médio de uma estação de trabalho
  • Custo médio de uma licença
  • Os gastos totais de ativos, divididos por fornecedores
  • Valor total dos ativos

Report Ativos

Se você deseja mais detalhes sobre as licenças,  monitore os seguintes pontos:

  • Utilização das licenças adquiridas
  • Licenças de software por data de vencimento
  • Número de licenças disponíveis

Se você precisa tomar decisões eficazes em compras, veja:

  • Taxa de depreciação de ativos
  • Custo médio de manutenção de um ativo
  • Número de estações de trabalho em reparo

Report Valor

Se você quiser identificar discrepâncias no seu ambiente de TI, verificar:

  • Número de itens de configuração não autorizadas
  • Ativos identificados como a causa de falhas de serviço
  • Histórico de auditoria

Se você precisa otimizar a utilização dos recursos existentes, ver o número de:

  • Estações de trabalho não atribuídos
  • Os usuários com mais de uma estação de trabalho
  • Usuários sem uma estação de trabalho mapeado

 

Report Ativos002

Ferramentas de hoje oferecem a vantagem de gerar tanto built-in relatórios padrões, bem como relatórios personalizados. Relatórios padrões pré-configurados podem ser gerados com o clique de um botão. Isso elimina o esforço redundante e poupa muito tempo.

É uma boa prática fixar as principais métricas que são importantes em suas dashboard. Algumas ferramentas permitem que você adicione relatórios gerados como widgets nas dashboards. Isso garante que a informação que você procura está prontamente disponível. Aqui estão alguns componentes que cada gestor de ativos de TI deve acompanhar em suas dashboards:

  • Estações de trabalho por sistema operacional
  • Monitorar utilizações de softwares, os que estão sendo utilizado raramente, sem uso, e frequentemente usado.
  • Detalhes de conformidade de licença

Se você tiver alguma dúvida, por favor, sinta-se livre para publicá-las na seção de comentários abaixo. No próximo post vamos ver como conduzir auto auditorias. Entretanto, se você estiver procurando por uma solução que atenda a sua demanda eu sugiro realizar teste de  30 dias do ManageEngine ServiceDesk Plus,  contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware
Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639

Captura de tela 2016-06-08 22.51.48

Um dos aspectos mais decisivos no momento de escolher uma ferramenta para monitoramento de redes corporativas é com certeza a forma de licenciamento da ferramenta em questão.  Um licenciamento pouco amigável impede a expansão da ferramenta e torna muito difícil adotar novas funcionalidades e recursos, tornado tudo muito caro e complicado.
Mas, e se a ferramenta mais moderna do mercado também apresentar a melhor forma de licenciamento?
Este é exatamente o caso do OpManager 12 Plus!

O OpManager 12 Plus revoluciona apresentando licenciamento através de Packs. Cada Pack traz um pacote de recursos e vantagens como nunca vistos antes em monitoramento de redes.


Captura de tela 2016-06-09 11.02.40

Toda a visibilidade e controle que você precisa para administrar sua rede completamente.
Com dashboards completos e engenhosos, o OpManager 12 permite que você encontre tudo que precisa em uma única tela.

Captura de tela 2016-06-08 22.51.48

Além disso você encontrará Dashboards completos para explorar suas principais áreas de interesse:

Monitoramento de redes e servidores

Captura de tela 2016-06-08 22.56.50
Monitore perda de pacotes, tempo de resposta, métricas de performance de dispositivos como routers, switches, servers, VMs.

Análise de Banda

Captura de tela 2016-06-08 22.56.37
Analise a banda consumida por usuários e apps via Netflow, JFlow, sFlow, IP FIX, etc. E modele o tráfico.

Gerenciamento de Logs de Firewall

Captura de tela 2016-06-08 22.57.02
Colete, analise e arquive logs de Firewall para segurança e compliance. Conserte falhas de segurança imediatamente.

Gestão de Configuração

Captura de tela 2016-06-08 22.57.19
Receba notificações de alterações não autorizadas, faça backup, altere e restaure configurações com facilidade diretamente no navegador web.

Gestão de endereço IP e portas de Switch

Captura de tela 2016-06-08 22.57.27
Administre IPs para espaço e disponibilidade. Rastreie as portas de switch e os dispositivos conectados em tempo real.

Gestão de falhas

Captura de tela 2016-06-08 22.57.37
Configure limiares em níveis múltiplos e seja notificado de falhas em diversos estágios via e-mail e SMS.

Detalhes do OpManager 12 da ManageEngine, clique aqui.

Entre em contato conosco hoje mesmo e faça uma POC em seu ambiente.

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

images (1)

Muitas organizações contam com atributos de conta de usuário para executar consultas no Active Directory e obter listas de contas de usuários. Por exemplo, um administrador pode executar uma consulta para encontrar o atributo departamento de todos os usuários de finanças. Se, no entanto, o departamento de um usuário não estiver preenchido no Active Directory, o usuário não será apresentado em qualquer consulta para o departamento (a menos que seja uma consulta de null que foi executada).

Então, como você pode exigir que certos atributos de conta de usuário essencial para obter os resultados desejados?

Você pode atualizar o esquema do Active Directory para que alguns atributos sejam obrigatórios. Isso pode acabar sendo um grande problema, uma vez que requer que o atributo seja configurado antes que a conta de usuário é criada. O assistente de nova criação de usuário Microsoft não inclui departamento como uma configuração durante a criação da conta de usuário, você seria forçado a programar as personalizações.

Alternativamente, você pode usar uma ferramenta que é projetado para lidar com tais requisitos, como ADSelfService Plus. O ADSelfService Plus pode impor uma resposta obrigatória para qualquer atributo conta de usuário. Veja como:

Configurar todos os usuários para se inscrever no ADSelfService Plus, durante o seu próximo logon.
Após a inscrição, o usuário terá que inserir os atributos obrigatórios.
Figura 1A ilustra o que a definição de inscrição forçada parece, enquanto a figura 1B ilustra o que o usuário final veria no início de sessão.

forced-attribute-figure-1a

Figura 1A. Forçando inscrição de usuários no ADSelfService Plus.

forced-attribute-figure-1b

A Figura 2A mostra como tornar atributos de conta de usuário obrigatório, e figura 2B mostra como forçar os usuários a inserir atributos obrigatórios. Figura 2C ilustra o que o usuário verá no que diz respeito aos atributos obrigatórios.

forced-attribute-figure-2a

Figura 2A. Qualquer atributo de conta de usuário pode ser obrigatória.

(Nota: Como você pode ver, o atributo obrigatório tem opções para limitar os caracteres que são inseridos.)

Com ADSelfService Plus, você pode obter todas as contas de usuários e atributos corretamente inseridas, para não mencionar que o usuário agora está  inscrito para tirar vantagem dos outros recursos poderosos do ADSelfService Plus.

forced-attribute-figure-2b

Figura 2B. Os usuários não podem deixar o portal sem introduzir informações nos campos obrigatórios.

forced-attribute-figure-2c

Figura 2C. Os usuários devem inserir informações corretas para atributos obrigatórios.

(Nota: O símbolo “*” indica um campo obrigatório, e se este campo não for introduzida corretamente, a caixa de diálogo aparecerá.)

Usando este método pode garantir que todas as informações que você precisa é atualizado no Active Directory corretamente. Para tirar proveito desta tecnologia útil, venha realizar o teste de trinta dias do ManageEngine ADSelfService Plus, contanto sempre com o apoio da equipe ACSoftware

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

pinklogowtrademark
Estamos imensamente felizes em anunciar que o principal produto da ManageEngine, o ServiceDesk Plus agora é certificada para compatibilidade ITIL® V3 para Gestão de Mudanças  além de já ser certificada em Gerenciamento de Incidentes.

O que é PinkVERIFY?

PinkVERIFY é único programa de certificação de ferramentas do mundo de gerenciamento de serviços de TI independente (ITSM), que ajuda as organizações a identificar as melhores ferramentas para satisfazer as suas necessidades ITIL.
Para ser PinkVERIFY-certificado, o produto deve satisfazer critérios obrigatórios e integrações do programa.

O Que Esta Certificação Significa ?

Com numerosos softwares de help desk no mercado que afirmam apoiar o framework ITIL, selecionar o software certo pode ser uma tarefa difícil para as organizações de TI. No entanto, com certificações como PinkVERIFY, as organizações de TI tem a facilidade de escolher o produto correto. Certificação PinkVERIFY para ServiceDesk Plus significa que o produto é funcionalmente maduro, e que as organizações de TI podem agora facilmente identificar o produto ITSM .

 Se você ainda não conhece, venha conhecer o ServiceDesk Plus e toda sua excelência de recursos. Realize o trial contando com o acompanhamento e auxilio da equipe ACSoftware.
  Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639
SDP ITIL

Neste post da série ITAM melhores práticas, você vai aprender como fazer o trabalho ITAM com outros processos ITIL. O objetivo é entender como sua infra-estrutura de TI é mapeada para outros serviços empresariais.

SDP Destaque

Aqui estão alguns pré-requisitos para uma integração efetiva ITAM-ITSM. Certifique-se que seus técnicos e usuários finais aderiram a esses pré-requisitos.

1. Certifique-se de mapear suas estações de trabalho para os usuários finais

Mapear suas estações de trabalho pode ajudá-lo efetivamente controlar e gerenciar uma estação de trabalho do usuário final específico para análise rápida. Você também terá uma contagem de estações de trabalho que estão atualmente em uso, o que pode ajudá-lo a lidar com frustrações durante requisições de ativos ad hoc.

SDP01

2. Criar uma CMDB abrangente para obter uma vista de toda a sua TI

Um CMDB é uma réplica virtual de sua organização. CMDB também suporta outros módulos, como incidentes, problemas, mudanças e projetos. Portanto, aperfeiçoando o seu CMDB você terá uma melhor eficiência de todos os seus outros módulos.

SDP02

3. Impacto dos vínculos entre ativos, incidentes, problemas e mudanças

ITAM influencia outros processos ITIL como:

1. Gestão de Incidentes

ITAM fornece informações de diagnóstico importantes sobre ativos utilizados pelo solicitante. Ele também auxilia os técnicos em acessar a qualquer estação de trabalho, através de uma função de controlo remoto para solucionar problemas.

2. Gestão de Problemas

ITAM fornece informações de diagnóstico para executar análise de causa raiz.

3. Gestão de Mudanças

ITAM ajuda a realizar mudanças de TI com um risco mínimo, baixo tempo de inatividade, e impacto. Ele também permite você entender o impacto das mudanças previstas, com antecedência.

Se você tiver alguma dúvida, por favor, sinta-se livre para publicá-las na seção de comentários abaixo. No próximo post, vamos ver como manter o controle sobre as métricas importantes. Entretanto, se você estiver procurando por uma solução com recursos internos de ITAM, nós aconselhamos você a realizar o trial do ManageEngine ServiceDesk Plus e contar com o apoio da equipe ACSoftware.

ACSoftware / Figo Software seu Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil
Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639

 

fundo

Em 2016 a feira HDI Brasil está completando 9 anos e a ManageEngine, uma das patrocinadoras do evento, mais uma vez marca presença através da ACSoftware. O HDI foi fundado em 1989 por Ron Muns e atualmente é a maior associação do mundo de profissionais do mercado de suporte a cliente, incluindo Service Desk, Suporte de Campo e Central de Serviços Compartilhados. Entre as melhores soluções do mercado estava o disputado stand da ManageEngine que recebeu a visita de novos e antigos clientes, como a presença do Rodrigo Egredia do departamento de Tecnologia da Informação da Companhia Sulamericana de Distribuição, nosso convidado no webinar Um caso de sucesso ITSM com 50 mil tickets/mês – publicado em nosso canal do youtube em: https://www.youtube.com/watch?v=vyfeLU6RKwE&edit=vd.

Anderson da Fonseca - Analista da ACSoftware e Rodrigo Egredia - CSD

Anderson da Fonseca – Analista da ACSoftware e Rodrigo Egredia – CSD

As características únicas do ServiceDesk Plus da ManageEngine rapidamente chamaram a atenção do público especializado que visitou a feira nesta quinta-feira 19 de maio. Muito além da gestão de ITSM a ManageEngine se destaca por uma linha completa de gestão de AD e por sua poderosa ferramenta de monitoramento, o OpManager, que pode funcionar totalmente integrada com o ServiceDesk Plus. Automatizando a abertura de chamados e garantindo a gestão e gerencia de crises que sequer foram detectadas previamente por técnicos humanos.

Além dos ilustres palestrantes, as verdadeiras estrelas do evento foram os profissionais gestores de ITSM das mais conceituadas empresas do país, reunidos para discutir tecnologias e conhecer novas soluções para antigos desafios.

Amanhã, 20 de maio de 2016, estaremos lá mais uma vez, então, se você estiver em São Paulo e quiser passar para bater um papo sobre as soluções da ManageEngine lá no Centro Fecomercio de Eventos na Rua Dr. Plínio Barreto, 285, Bela Vista
São Paulo – SP