4 Dicas para consolidar o seu Data Center

A Consolidação do Data Center é fundamental, para utilizar da forma mais eficaz os recursos que temos para atender o crescimento incessante do mercado, evitando mudanças desnecessários na infraestrutura. Esta tarefa torna-se complicada, pois a demanda de crescimento é muito maior que a capacidade e a agilidade em atendê-lo, este processo deve ser contínuo. Diversos recursos são adicionados (hardware/software), constantemente, aumentando assim a capacidade, com isso, é necessário suportar e conhecer toda essa nova estrutura, uma tarefa impossível sem uma solução robusta e ágil.

Aqui estão quatro dicas simples de como consolidar seu Data Center:

  • Identificar a capacidade atual do seu Data Center;
  • Listar e catalogar os bens e instalações disponíveis;
  • Adotar novas tecnologias, como a virtualização, SDN e SDDC;
  • Otimizar o consumo de energia.

Consolidação do Data Center

 

Identificar a capacidade atual

Essa informação é crucial para a consolidação. Portanto, identificar a carga suportada por seu Data Center e a capacidade real, são tarefas obrigatórias para este objetivo. O cenário ideal é saber qual a capacidade individual de cada dispositivo. Na verdade, na maioria dos Data Centers, vários dispositivos são subutilizados por causa do excesso de provisionamento ou manejo inadequado.

O VM Sprawl é um exemplo clássico de super provisionamento, onde o número de VMs em um Data Center aumenta rapidamente, porque as máquinas virtuais podem ser criadas facilmente. Você pode evitar isso, frequentemente, auditando e monitorando as VMs de forma eficaz. Da mesma forma, auditar seus bens e instalações pode ajudar a consolidar os recursos do Data Center.
Para resolver esta situação, temos o Opmanager que é uma solução de monitoramento de ativos, alertas e reporting. Com ela é possível identificar o tamanho do seu parque, de maneira simples e rápida, é o produto ideal para os administradores de infraestrutura que buscam agilidade, economia de tempo, e claro, dinheiro.

Catalogue os bens e instalações

Um inventário completo de todos os ativos é essencial para a consolidação. Com o gerenciamento de ativos e o mapeamento de relacionamentos eficazes, é possível identificar os dispositivos associados a um serviço específico. Isso ajudará identificar a sub e sobre utilização, otimizando assim o uso eficiente. O gerenciamento de ativos é importante para entender o ciclo de vida dos dispositivos em seu Data Center, identificando de forma proativa, substituindo e descartando um dispositivo ao final da vida útil (EOL), e também avaliar, se o espaço livre disponível no Data Center é suficiente para atender às demandas futuras.
A adoção de uma solução de modelagem visual e 3D do Data Center, ajuda a obter uma melhor visibilidade sobre os serviços disponíveis. Na verdade, ter uma solução integrada de ativos e gestão de instalações tornará a sua vida mais fácil.

O Opmanager, aliado ao Asset Explorer tornam-se uma solução altamente eficaz neste sentido, pois com o 3D Datacenter Floor, o Rack Builder e o CMDB, é possível visualizar como são seus racks, ativos e seus relacionamentos de forma ilustrada e interativa.

Adotar novas tecnologias

Tecnologias como virtualização, SDN e SDDC desempenham um papel importante na consolidação do Data Center. Estas tecnologias separam a computação, a rede e o armazenamento do hardware subjacente, facilitando assim o momento da expansão, sem a necessidade de adição de qualquer hardware.

Além destas tecnologias, os fabricantes de hardware como Cisco e IBM introduziram dispositivos de infraestrutura, convergentes que embalam centenas de VMs, junto com os dispositivos de rede e armazenamento necessários em um único rack. Esses dispositivos compactos e ágeis atenderão às suas necessidades de negócio sem qualquer hardware adicional. Embora o custo de tais dispositivos seja alto, o retorno do investimento é bom, é de 177% de acordo com a Cisco. Eles também reduzem os custos operacionais e de manutenção.

A adoção de virtualização é essencial, não só pela questão da facilidade tecnológica, mas pela questão financeira e ecológica, pois, apesar do custo inicial assustar um pouco, se colocarmos todos os valores em uma planilha (energia, manutenção, gerenciamento e espaço físico), o ROI é elevadíssimo, compensando cada centavo investido.

Uma ferramenta que consolide inventário e monitoramento, de todos esses recursos, é essencial, e neste ponto o Opmanager, aliado ao Asset Explorer e Applications Manager, são excelentes para esta função, pois fornecem informações precisas e detalhadas de cada máquina virtual, e vão além, pois monitoram todo o seu ambiente em Cloud, como Windows Azure e Amazon AWS.

Otimizar o consumo de energia

Os Data Centers gastam muita energia. Semelhante à expansão de VMs, os PDUs nos Data Centers são subutilizados. O número de servidores ligados a uma PDU depende do consumo indicado nas especificações do servidor. No entanto, os servidores consomem menos energia, sendo assim mais servidores podem ser ligados a uma PDU. Você pode verificar isso apenas usando uma solução de monitoramento de energia eficiente.
Na maior parte dos Data Centers, 37 % da energia é consumida por dispositivos de refrigeração, e não por dispositivos de computação reais, tais como servidores, roteadores e switches. Com uma solução de monitoramento e solução de problemas eficiente de temperatura de hardware, você pode otimizar o consumo de energia dos aparelhos de refrigeração em até 30%. Você também pode reduzir o número de dispositivos de refrigeração, e isso, pode significar mais espaço para racks no Data Center.

Com dispositivos que suportam o gerenciamento por rede IP e SNMP, é possível utilizar o Opmanager para coletar essas informações, monitorar, gerar alertas e relatórios, e ainda tomar ações automatizadas. Sendo assim, uma solução completa e robusta de gerenciamento de operações em um Data Center.

Ambiente ManageEngine

Benefícios da consolidação do Data Center

  • Redução de custos operacionais;
  • Redução do impacto físico;
  • Manutenção reduzida;
  • Melhoria da eficiência energética;
  • Utilização consciente dos dispositivos.

Mais informações: Site ACSoftware

Deixe um comentário