O que é o SDS? Armazenamento Definido por Software

O mercado de armazenamento definido por software (SDS), de acordo com Marketsand Markets, é esperado valer uma quantia gritante de $5.41 bilhões de dólares em 2018.

Por outro lado, uma pesquisa realizada pela ManageEngine revelou que vários administradores de armazenamento (cerca de 47%) não tem certeza se SDS irá beneficiar a sua estratégia de armazenamento. Estes diferentes pontos de vista sobre SDS sugerem que os administradores de armazenamento tenham um monte de perguntas sobre SDS. Felizmente, temos algumas respostas abaixo:

SDS

Então, o que é SDS?

SDS é um programa de gerenciamento centralizado, é um software supervisor que combina a capacidade de armazenamento de vários dispositivos de armazenamento. Isto melhora a disponibilidade, a velocidade, e a utilização de armazenamento. Enquanto ele está em conformidade com as normas de base, qualquer tipo de armazenamento pode ser agrupado usando o SDS. Isto dá aos administradores mais flexibilidade, pois eles podem aproveitar plenamente o seu hardware de armazenamento existente, o que eventualmente conduz a baixa dos custos.

SDS  é contra matrizes de armazenamento tradicionais?

SDS é maioritariamente constituído no âmbito do armazenamento. Ele dá uma melhor escalabilidade, proteção e disponibilidade. É mais barato do que os sistemas NAS ou SAN.

No entanto, ele não fornece recursos como desfazer a duplicação de dados, replicação e compressão de dados. Algumas ferramentas SDS proporcionam duplicação de dados ou de compressão, mas não todas elas.

Qual o efeito do SDS em relação ao ciclo de vida dos dados?

Data é a nova moeda para as empresas, e SDS tem um enorme impacto sobre a forma como o ciclo de vida de dados é gerenciado. SDS possue capacidades combinadas com as camadas de armazenamento que podem ajudar a reduzir o peso da administração. Camadas de armazenamento automatizados no SDS irão facilitar a migração de dados entre dispositivos de armazenamento – tradicionalmente feito pelo servidor de aplicativos. Isso reduz o tempo de prestação de serviços, aumentando o desempenho do aplicativo. A combinação do SDS com as camadas de armazenamento vão dar as empresas a liberdade de usar a capacidade de armazenamento não explorado de vários dispositivos, assim, utilizar plenamente cada um deles e reduzir os custos operacionais.

Quais são os requisitos de hardware e opções de implantação para SDS?

Existe duas formas de implantar o SDS. A primeira forma é para usuários que querem evitar lock-in através da compra do software SDS e instalar em seus próprios servidores. Soluções de softwares SDS são independentes de hardware e podem ser implantadas em qualquer servidor físico ou virtual. Alguns dos nomes de destaque neste espaço incluem o Microsoft Windows Storage Server, VMware VSAN, CloudByte, DataCore, NetApp Ontap Edge, Nexenta, e Ceph. As empresas com uma estratégia de armazenamento de vários fornecedores podem usar esta opção para aproveitar plenamente as capacidades de SDS.

A segunda forma é a solução de software que é fornecido com um servidor host, também conhecido como ” tin wrapped software”. Estas soluções baseadas em aplicações normalmente proporcionam grandes fornecedores como a EMC, Dell, Nutanix, HP, IBM, Cisco, e Nimble. Os usuários que possuem um ambiente de armazenamento de um único fornecedor pode escolher esta opção, dependendo do seu nível de conforto com esse fornecedor.

Esperamos que agora você tenha uma compreensão básica do SDS.  Caso tenha se interessado pelo assunto e queira testar uma ferramenta que realiza a monitoração citada no artigo, venha conhecer o ManageEngine OpStor. Caso tenhas duvidas durante os teste entre em contato com a equipe ACSoftware teremos o prazer em lhe auxiliar.

ACSoftware – Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil.

Fone: (11) 4063 1007 – Vendas: (11) 4063 9639

Deixe um comentário