Faça da segurança de dados sua resolução de ano novo

Um estudo recente conduzido pela RiskBased Security classificou 2020 como o pior ano para segurança de dados, com chocantes 36 bilhões de registros comprometidos, o dobro de 2019. A análise de tendência mostra que o número de registros comprometidos continua aumentando ano a ano e, se não for verificado , pode se tornar uma tendência perpétua de aumento.

Dos 17 por cento das violações originadas de dentro da organização, 67 por cento avassaladores ocorreram devido a erros como bancos de dados configurados incorretamente e perda de dispositivos. Isso pode ser controlado pela organização por meio de treinamento frequente de funcionários sobre as melhores práticas de segurança e reforçando o princípio de que todo funcionário é o guardião da segurança de dados.

Nos últimos quatro anos, foram observadas violações de dados infiltrando-se nos mais altos níveis de segurança. Hackers com motivação política, ou “hacktivismo”, foram apontados como uma séria ameaça para influenciar as eleições presidenciais dos Estados Unidos de 2016 e, com a pandemia ocupando o centro do palco em 2020, a indústria de cibersegurança parece estar mais focada em outras questões mais urgentes. Numerosos bancos de dados que afirmam conter informações sobre eleitores americanos foram compartilhados e discutidos em várias plataformas de língua russa e inglesa, relata o site de notícias de segurança de TI Threatpost.

A violação de dados na maioria das vezes resulta no uso indevido de dados, e é por isso que as empresas confiáveis ​​com milhões de registros de clientes devem priorizar a segurança de dados no ano novo.

Quer aprender as últimas novidades sobre o mundo da segurança de dados? Vamos examinar cinco leituras essenciais sobre a importância de manter a segurança dos dados e como evitar violações.

1. As 10 principais violações de dados de 2020

Houve alguns casos notáveis ​​de violações de dados em 2020. Desde a invasão de contas do Twitter de alto perfil a um aumento drástico em ataques de engenharia social, o ano foi repleto de violações de segurança. Neste artigo, a Security Magazine lista as 10 principais violações de dados que ocorreram em 2020 e dá suas previsões para 2021.

2. O hack do Twitter: como eles fizeram isso?

Em julho passado, assistimos ao hacking descarado de algumas contas de celebridades importantes no Twitter, incluindo as contas verificadas de Elon Musk, Bill Gates, Joe Biden, Kanye West e Barack Obama, para citar alguns. Os tweets enviados de todas essas contas estavam promovendo o mesmo esquema de bitcoin. Embora surpresos no início, os funcionários do Twitter conseguiram embaralhar e mitigar essa violação rapidamente. Nesta história, o autor de Cybersecurity for Beginners, dá sua opinião sobre como o ataque poderia ter sido formulado e executado.

3. As 10 maiores violações de dados de saúde de 2020

Mesmo para o analista experiente, é desanimador saber que o setor de saúde foi o principal alvo de violações de dados em 2020, mesmo quando os provedores estão lutando para combater a pandemia contínua. Os atores da ameaça aproveitaram-se de uma crise, bombardeando os provedores de saúde por meio de vários esquemas de fraude COVID-19 e ataques de phishing. Aprenda sobre os efeitos devastadores dessas violações e as medidas que os provedores estão tomando para mantê-los sob controle.

4. Estatísticas de ameaças internas para 2020: fatos e números

Com 17 por cento de todas as violações de dados originadas internamente, é absolutamente necessário compreender as causas e as medidas que as organizações estão tomando para evitá-las. Apesar das ações tomadas para aumentar a conscientização, a frequência de ataques internos parece estar aumentando e as previsões para 2021 não são otimistas. Neste artigo, aprenda como os relatórios de ameaças internas ajudam a detectar tendências de segurança perigosas e a construir contra-medidas para combatê-las.

5. Previsões para 2021: O caminho para uma nova demanda normal exige maior resiliência da cibersegurança

Como 2021 define a linha de base para a transição para um novo normal, as organizações devem continuar a se adaptar aos novos modelos de negócios e às mudanças nas expectativas dos clientes. Isso cria um impacto significativo para TI e profissionais de TI em todo o mundo. Neste artigo, uma das principais analistas da Forrester fornece uma lista de suas previsões para a segurança cibernética em 2021.

O ano passado foi um ano de incertezas para todos nós. As organizações foram forçadas a tomar decisões com as quais não estavam necessariamente confortáveis, muitas vezes introduzindo muitas mudanças em seus modelos de negócios. O caminho para 2021 parece mais definido graças às tendências observadas no ano anterior. Este ano, vamos decidir tornar a segurança de dados a maior prioridade.

Procurando soluções abrangentes para resolver seus problemas de Gestão de TI? Confira e inicie agora mesmo sua avaliação gratuita das soluções ManageEngine, e claro, contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware.

ACSoftware revenda e distribuidora ManageEngine no Brasil. Fone / WhatsApp (11) 4063 9639.

PodCafé da TI – Podcast, Tecnologia e Cafeína.

Deixe um comentário

Blog ACSoftware - ManageEngine