Vencendo os quatro vilões da rede mobile de sua empresa

A adoção de dispositivos móveis veio para ficar, um smartphone de qualidade é um item essencial e um aliado fiel dos profissionais de nossa geração. Ferramentas de comunicação instantânea e apps com as mais diversas finalidades fazem cada vez mais parte de nosso dia a dia, quer seja fazendo uso de dispositivos cedidos pela própria empresa ou parte de movimentos como o BYOD ( Bring Your Own Device ) que já começam a ganhar espaço até mesmo nas corporações mais conservadoras. Segundo a ABI Research, um instituto de pesquisa especializado em mercado tecnológico, o número de dispositivos sem fio ativos e conectados deve crescer de 13 bilhões em 2014 para espantosos 40.9 bilhões em 2020.

villA evolução tecnológica que presenciamos libertou os usuários de seus desktops ou notebooks graças aos avanços da tecnologia móvel e particularmente no Brasil, com a crescente evolução e acessibilidade das redes de internet (Embora ainda bem longe do ideal). Os novos usuários podem colaborar com seus colegas construindo documentos em conjunto em tempo real, compartilhar arquivos, fotos, vídeos e uma infinidade de informações, tudo a partir de suas próprias casas, da rua ou de um restaurante. Diante deste novo contexto, os administradores de rede são obrigados a reconhecer que as redes sem fio são tão importantes quanto as tradicionais redes cabeadas e que as comunicações por meio delas devem estar sujeitas aos mesmos padrões e critérios de segurança.

Embora o uso de dispositivos móveis para atividades de negócio seja bom tanto pra empresa quanto para os clientes, não é em vão que os gerentes de rede mais conservadores se veem de cabelos arrepiados com esta invasão mobile. Neste post vamos tratar de forma descontraída a respeito dos 4 maiores vilões da rede mobile da sua empresa e apresentar a solução definitiva para não passar perrengue na hora de administrar sua rede.

A intensidade FORÇA do sinal Wi-Fi

 

Darth_Vader_9
O primeiro vilão pra quem pretende administrar uma rede com suporte a mobile em sua empresa é a força do sinal Wi-Fi na infraestrutura. Há uma série de aplicações, arquivos e recursos que não devem ser acessados fora das instalações da companhia, por outro lado para assegurar a acessibilidade os funcionários não devem sentir qualquer conectividade ou problemas de velocidade devido à fraca qualidade do sinal. Problemas com sinal e conectividade infestam os helpdesks gerando dezenas de chamados consumindo tempo e energia desnecessária do seu time de TI.
Mas não é tão fácil de manter a força do sinal por todo um edifício. Além do desempenho do controlador sem Wireless-LAN (WLC) e Access Point (WAP), a interferência RF também desempenha um papel importante na garantia de uma boa intensidade do sinal Wi-Fi.
Interferência de RF é o ruído ou interferências causadas por outros dispositivos sem fio e Bluetooth, como telefones, mouses e controles remotos que perturbam o sinal Wi-Fi. Uma vez que todos estes dispositivos operam na mesma freqüência de 2,4 GHz a 5 GHz, elas perturbam a intensidade do sinal Wi-Fi. Quando um dispositivo cliente recebe outro sinal, ainda que não seja um sinal WIFI, além de retardar a comunicação este sinal pode até cessar a comunicação. A interferência que ocorre durante a transmissão, também provoca perda de pacotes e, por sua vez, retransmissões Wi-Fi, que retardam a taxa de transferência e resultam em flutuações desempenho.

Neste ponto, o monitoramento do desempenho da rede e também dos dados que trafegam nela se tornam uma questão essencial, pois o consumo da banda também está intimamente associado ao “Equilíbrio da força”. É justamente neste contexto que ferramentas como o Netflow Analyzer e o OpManager mostram o seu poder, monitorando explicitamente o tráfego da rede, a qualidade da comunicação e até mesmo que tipo de dado cada usuário está consumindo através da rede.

O pesadelo das aplicações clandestinas

freddy

Aplicações clandestinas são um terror a parte para os administradores de rede em empresas que admitem o uso de dispositivos móveis em sua corporação. Quando os funcionários usam aplicativos ou serviços de terceiros, sem o conhecimento de TI para realizar suas tarefas, essas tecnologias de terceiros que se infiltram na empresa são conhecidos como Shadow IT. Embora este pequeno pesadelo permita que os funcionários escolham os aplicativos ou serviços que desejam utilizar de certa forma lhes permita ser mais produtivo de acordo com suas conveniências, Shadow IT também pode levar a conflitos e problemas de segurança. O uso de aplicativos que não são verificados pela equipe de TI pode causar graves violações de segurança, incluindo a perda ou vazamento de dados corporativos.

Sem a ferramenta adequada é difícil restringir o Shadow IT porque os funcionários continuam encontrando maneiras de acessar os aplicativos e serviços que eles preferem. E de tabela os gestores de rede tem de lidar com a propaganda boca-a-boca que aumenta a adoção dos aplicativos e serviços entre os colegas. Problema facilmente resolvido com a ferramenta de gestão de MDM da ManageEngine, o Mobile Device Manager Plus, que entre diversas funcionalidades, tem o poder de gerenciar os aplicativos disponíveis para os dispositivos autorizados na rede e pode inclusive criar uma “Loja” para download exclusivo das aplicações autorizadas, colocando fim de forma instantânea neste pesadelo.

Violações de segurança

joker

As redes sem fio são o alvo principal dos ataques de hackers que tentam roubar dados ou simplesmente conseguir acesso a uma rede restrita com o intuito de injetar algum vírus, trojan ou código malicioso. As invasões e atividades hackers são uma ameaça real, entretanto não são a única ameaça, muitas vezes as violações de segurança partem de dentro da própria companhia, e não se limitam a links maliciosos e pequenas imprudências, mas podem vir na forma de equipamentos e dispositivos não autorizados conectados a sua rede. A ferramenta OpUtils da ManageEngine permite identificar dispositivos conectados à rede a partir de um IP, Mac Address ou nome DNS com a capacidade de revelar a sua localização física no ambiente. Com o OpUtils detectar e proibir o acesso à rede não autorizado é fácil. Mais uma vez o OpManager mostra poder oferecendo diretamente na sua interface estes recursos, permitindo que além de monitorar e detectar comportamentos estranhos na sua rede, seu técnico tenha recursos para identificar “onde” fisicamente está conectado o dispositivo, ou qual Access Point está sendo utilizado para esta atividade, e ainda melhor do que isso, permitindo bloquear imediatamente a atividade além da possibilidade de colocar o dispositivo em uma “lista negra” bloqueando futuras tentativas de conexão.

Congestionamento da rede

jason

Os administradores de rede certamente se sentem perseguidos por este problema, este é aquele clássico vilão que te segue lentamente até gerar maiores danos ao seu ambiente. Os administradores normalmente não tem nenhum controle quando se trata de funcionários usando seus dispositivos móveis para tarefas pessoais, incluindo os locais que visitam, como o Facebook, WhatsApp, YouTube e Twitter. Fica cada vez mais difícil restringir totalmente o acesso a esses sites, em um mundo que está se tornando cada vez mais social (pelo menos online). Ao invés de proibir a nova abordagem está em controlar e monitorar o consumo de banda na rede a fim de evitar o consumo indevido da largura de banda e causar frustração para os empregados que acessam aplicativos críticos para os negócios.

Comprar largura de banda adicional é a abordagem usual para resolver a crise da largura de banda. E é certamente uma forma ineficaz para gerenciar a largura de banda em redes corporativas. A maioria das empresas gastam pesadamente em largura de banda. O Netflow Analyzer da ManageEngine permite enxergar o dispositivo móvel conectado na rede sem fio da empresa e determinar como este dispositivo está consumindo recursos da banda. Além de detectar e alertar automaticamente comportamentos suspeitos e ataques na rede, você poderá ver claramente quanto de banda aquele dispositivo costuma consumir com facebook, twitter, aplicações da rede, e qualquer outra finalidade.

Com o apoio das ferramentas ManageEngine não há motivos para temer nenhum vilão, e os problemas usuais se tornam atividades de gestão triviais e de fácil controle. Consulte hoje mesmo um de nossos consultores e entenda como estas ferramentas podem ajudar na gestão dos dispositivos de sua empresa.

Aproveitarmos para lhes convidar para o webinar de HOJE, onde falaremos de Soluções para Gestão de Dispositivos Móveis, inscreva-se gratuitamente.

ACSoftware / Figo Software seu Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil

Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639

Deixe um comentário