Cinco Semanas: Permanecer Vivo e Transformar Tudo – 4ª Semana- A Internet das Coisas Vai Mudar as Coisas

A Internet das coisas tem o potencial de mudar completamente a forma como vivemos e trabalhamos. Ela já está causando uma evolução no local de trabalho – especialmente onde a TI está envolvida.

net-das-coisas

Em 2020, haverá mais de 38 bilhões de dispositivos conectados. Seja pela conveniência e eficiência, estamos adquirindo computadores embutidos em praticamente cada produto e aparelho que usamos, de geladeiras e liquidificadores para termostatos e sistemas de segurança.

Dispositivos conectados não são mais uma esquisitice ou uso apenas da elite; eles são uma regularidade em nossas vidas pessoais e profissionais.
Não surpreendentemente, isso significa que eles possuem o potencial para provocar uma mudança considerável no local de trabalho, em nenhum lugar será mais evidente a mudança do que no departamento de TI.

Hoje, eu gostaria de discutir apenas algumas maneiras que a Internet das coisas irá impactar administradores em todos os lugares.

A Internet das Coisas e a TI

Em primeiro lugar, com os dispositivos da Internet das Coisas predominantes tanto no local de trabalho e produtos da sua empresa, o departamento de TI terá de expandir seu alcance para todos os cantos da empresa. Seu software de gerenciamento de dispositivo terá que evoluir a fim de acomodar um fluxo de novos dispositivos, enquanto os desenvolvedores internos vão encontrar novos e inéditos desafios relacionados aos softwares incorporados.
“A mudança da adição da Internet das coisas” junto “aos dispositivos existentes, e criando dispositivos com componentes da Internet das Coisas  será transformadora”, escreve Scott Koegler.

O Papel dos Administradores Mudará Consideravelmente

Houve um tempo em que os administradores eram o canal de distribuição exclusivo para aplicações internas e de softwares empresariais. A Mobilidade viu que o controle passou para as mãos do utilizador final, os profissionais de TI deslocados passaram a gestão, ao invés de possuir o controle. A Internet das coisas é só mais uma mudança, e qualquer administrador que não entende os conceitos como os de big datas, arquitetura na nuvem e protocolos orientados para a Internet das coisas será deixado para trás.

Tudo vai crescer mais ágil

Imagine um negócio com uma visão íntima em cada decisão que faz e cada mudança operacional que ocorre. Uma empresa que sabe exatamente o que seus clientes querem, precisamente quando eles querem. Agora imagine que o negócio está equipado com a capacidade de reagir instantaneamente a essas necessidades e demandas inconstantes.
Isso é o que a Internet das coisas permitirá – os dados recolhidos a partir de sensores embutidos irão oferecer uma visão sobre tudo, desde a produtividade dos funcionários com os hábitos de compra dos consumidores. Ao mesmo tempo, essa informação vai ser difícil de analisar e organizar, com base apenas no puro volume.

Data Science (Ciência dos dados)

Sabemos há algum tempo que a data science vai ser extremamente importante e avançado. A capacidade de visualizar, conceituar, e organizar conceitos baseados em fluxos maciços de informações desconexas serão inestimáveis para análise de negócios. Mais uma vez, esta é uma tendência que a Internet das coisas irá conduzir ainda mais.
“Internet das coisas e big data, basicamente, são dois lados da mesma moeda”, “Gerenciar e extrair a partir de dados da Internet das coisas é o maior desafio que as empresas enfrentam. As organizações devem estabelecer uma adequada plataforma de análise / infraestrutura para analisar os dados da Internet das coisas. Deve lembrar que nem todos os dados da Internet das coisas são importantes.”

Você vai ter que enfrentar a questão do Software Liability

Atualmente, a maioria dos estados não têm leis de responsabilidades relacionados com softwares, permitindo que vários fornecedores elaborem contratos que lhes absolvem de toda e qualquer responsabilidade em situações que o software de segurança de seus dispositivos falhe. Reguladores estão atentos para esta prática, e para a segurança da Internet das coisas em geral. Embora seja improvável que nós iremos ver quaisquer alterações no futuro imediato, a sua empresa terá de enfrentar a questão do Software Liability – Por isso, é melhor que você se prepare o quanto antes.

Texto original: http://iot.ulitzer.com/node/3812694

Gostaria de conhecer um software excelente de help desk nas nuvens? Venha conhecer o ManageEngine ServiceDesk On Demand , contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware será uma honra lhe auxiliar. Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639.

Continue acompanhando a serie de posts,  na próxima semana irei descrever sobre a internet das coisas.  Confira neste link o assunto abordado na última semana.

Deixe um comentário