Bloqueie aplicativos indesejados na empresa com o Desktop Central

As equipes de TI se deparam frequentemente com a difícil tarefa de impedir o uso de determinadas aplicações. Eles podem encontrar numerosos incidentes em que informações confidenciais da organização podem ter sido vazadas. São violações de segurança, que muitas vezes levam a numerosas reclamações de golpes de phishing e roubo de identidade.

Os utilizadores empresariais de hoje colaboram através de e-mail, mensagens instantâneas e aplicativos peer-to-peer. Como a colaboração aumenta, o mesmo acontece com ameaças de hackers e códigos maliciosos, como vírus e worms. Devido a essas ameaças, uma grande preocupação para os administradores de TI é assegurar que suas máquinas estão seguras e que os dados confidenciais da organização estão protegidos.

Essa preocupação não é infundada, uma vez que, uma causa comum de malware e violação de dados é o uso de aplicativos maliciosos ou não autorizados. Por exemplo, cerca de sete milhões de contas no Dropbox foram canceladas no ano passado. E, de acordo com um estudo do Ponemon, 60% das organizações têm funcionários que frequentemente colocam arquivos confidenciais em serviços como o Dropbox sem permissão.

Outro caso seria uma aplicação de mensagens instantâneas que está instalada e sendo usada por usuários finais em ambientes corporativos, sem a aprovação das equipes de TI. Agora, muitas organizações estão contra estas aplicações, uma vez que elas causam problemas relacionados com a segurança, bem como uma perda de tempo de trabalho devido a conversas pessoais, um aumento de fofocas local de trabalho e outras distrações. As organizações também encontram funcionários gastando muito tempo em jogos.

O Desktop Central auxilia bloqueando cada executável especificado pela equipe de TI. Hoje a aplicação já possui suporte para a proibição de softwares da lista negra e auto-desinstalação, e também tivemos pedidos para restringir o software, tais como Internet Explorer, Windows Media Player, e mais, o que não pode ser desinstalado. Outro pedido popular é bloquear arquivos executáveis ​​portáteis, como ‘putty.exe’ e ‘winscp.exe’, que pode ser acessado sem instalação. Para atender a esses pedidos, agora você pode bloquear arquivos .exe, .msi e ​​.bat com o Desktop Central.

Ao bloquear executáveis ​​de aplicações, o objetivo é fornecer aos usuários um ambiente mais seguro e mais seguro para os negócios. Como um administrador de TI, agora você pode optar por usar o recurso ‘Block Executable’ para restringir o executável em um computador específico, um grupo de computadores ou em todos os computadores gerenciados. Esse recurso também é útil para bloquear aplicativos que consomem muita largura de banda de rede, como o Skype ou Torrent. Ele também irá ajudar no impedimento de quaisquer aplicações desnecessárias, que podem afetar o desempenho do sistema, ou mesmo sobrecarregá-lo.

Gostaria de conhecer mais sobre o Desktop Central, receber uma proposta comercial ou realizar um teste? Entre em contato com o time da ACSoftware que teremos o prazer em lhe ajudar.

ACSoftware / Figo Software seu Distribuidor e Revenda ManageEngine no Brasil – Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639

Deixe um comentário