Migrações do Windows 7 para o Windows 10 – Parte 3: Os métodos rápidos, fáceis e avançados de implantar o SO

Na parte 2 desta série de blogs, vimos em detalhes como os computadores serão afetados pelo fim da vida útil do Windows 7 e também analisamos as complexidades envolvidas no processo de migração do Windows 10. O Windows 10 está sendo referido como o sistema operacional mais seguro da Microsoft até o momento e já se provou utilizando sua ATP (Advanced Threat Protection) integrada para frustrar o WannaCry, o maior ataque global de ransomware até o momento.

Você preparou completamente os terminais corporativos para o processo de migração? Dê uma olhada nesta lista de verificação para ajudar a garantir uma migração sem complicações.

□  Você tem uma ideia clara do número de máquinas na sua rede em execução no sistema operacional Windows 7?

□  Alocou tempo suficiente para implantar manualmente o Windows 10 em todos os pontos de extremidade?

□  Protegeu os dados do usuário antes da migração?

□  Está preparado para reverter implantações de SO em caso de processadores incompatíveis em computadores?

□  Está preparado para lidar com algum código de erro que possa surgir durante a implantação?

□  Conhece os requisitos de hardware do sistema operacional Windows 10?

Se você tiver algum item desmarcado acima, talvez seja hora de revisitar nossos blogs anteriores  e ter uma idéia clara dos problemas que você pode encontrar durante a migração do Windows 7 para o Windows 10. Neste blog, forneceremos orientações detalhadas sobre os melhores e mais fáceis métodos para implantar o Windows 10 em todos os seus computadores em rede.

Segurança de dados do usuário

A principal preocupação de qualquer gerente de TI deve ser proteger os dados do usuário existentes. Com uma nova atualização do sistema operacional, como o Windows 10, há um alto risco de perda desses dados valiosos armazenados em computadores. A instalação do sistema operacional Windows 10 pode ser feita de duas maneiras: limpa ou atualização. Quando um computador é iniciado com a configuração da atualização, os dados no sistema permanecem intactos. A outra opção é o método limpo; usando esse método, haverá uma limpeza total no driver que contém dados do usuário. A maneira mais segura de proteger os dados ao migrar do Windows 7 para o Windows 10 é fazer um backup das informações confidenciais em um dispositivo de armazenamento removível e separado.

Verificação de compatibilidade de software

Conforme mencionado no blog anterior, é necessário primeiro obter um relatório de inventário detalhado de todos os aplicativos instalados em seus computadores em rede antes de atualizar para o Windows 10. Esse processo pode ser simplificado usando o módulo de gerenciamento de ativos em uma ferramenta de gerenciamento de terminal como o ManageEngine Desktop Central. Este relatório determinará se todos os aplicativos existentes serão suportados pelo Windows 10, verificando com seus fornecedores.

Não verificar isso representa o risco de executar aplicativos não suportados, que por sua vez podem criar problemas de segurança. Após essa avaliação, execute um teste completo dos aplicativos usando ferramentas nativas da Microsoft para verificar problemas de compatibilidade. Quando os aplicativos de software forem compatíveis, atualize algumas máquinas em um ambiente de teste para ver como elas funcionam e solucionar quaisquer falhas no desempenho de aplicativos que surgirem. Por esse método, os problemas de compatibilidade de software podem ser completamente eliminados antes que a atualização seja enviada a todas as máquinas em seu ambiente de produção.

Que tipo de atualização optar?

A Microsoft fornece dois tipos de atualizações para o Windows 10: atualização no local e provisionamento dinâmico. A atualização no local fornece um processo automatizado que migra dados, configurações, drivers e aplicativos existentes e pode ser usado quando não houver alterações significativas na configuração do BIOS ou do SO.

O provisionamento dinâmico permite que as organizações configurem um novo sistema operacional Windows 10 sem imagens personalizadas. Esse processo pode ser utilizado para dispositivos BYOD ou quando houver permissão para o usuário final instalar o SO sozinho, usando um recurso como o  portal de autoatendimento no Desktop Central . O método tradicional de limpeza e carregamento é usado em situações em que há alterações significativas na configuração do sistema operacional ou quando você sai de versões anteriores do sistema operacional que não sejam o Windows 7.

Estes são alguns dos métodos com os quais você pode garantir um processo de migração seguro do Windows 10. Fique ligado no próximo blog desta série, onde revelaremos a solução mais fácil e simples para concluir todo o processo de migração em apenas alguns cliques.

ACSoftware revenda e distribuidora ManageEngine no Brasil. – Fone / WhatsApp (11) 4063 9639.

Deixe um comentário