Migrações do Windows 7 para o Windows 10 – Parte 1: fim da vida útil do Windows 7

Mais de 26% dos computadores do mundo correm o risco de se expor a vulnerabilidades críticas; este é o número de computadores que ainda estão em execução no sistema operacional Windows 7. Você está entre esses 26%? Você está comprometendo a segurança da rede? Sua empresa está pronta para combater possíveis violações de segurança?

Com o fim da vida útil do Windows 7 em menos de 50 dias, é hora de preparar seus dispositivos Windows 7 na batalha contra ataques cibernéticos. Na primeira parte desta série de blogs, abordaremos os detalhes completos do problema em mãos, juntamente com as soluções disponíveis.

Fim da vida útil do Windows 7: uma visão interna

Após 14 de janeiro de 2020, a Microsoft não fornecerá mais atualizações e suporte de segurança gratuitos para computadores executando o Windows 7. Se você continuar usando o sistema operacional Windows 7 após o término do suporte e optar por não adquirir as Atualizações de segurança estendidas, o computador continuará funcionará, mas ficará mais vulnerável a riscos de segurança, pois a assistência técnica e as atualizações de software do Windows Update não estarão mais disponíveis.

Você pode optar por continuar utilizando o Windows 7 estendendo as atualizações de segurança por até 3 anos; até janeiro de 2023, mas esses patches e correções serão fornecidos apenas pela Microsoft mediante taxa. Vamos dar uma olhada em como a falta de suporte ao produto sem extensões de segurança afetará nossos computadores em rede.

Os riscos de executar o Windows 7 sem suporte

O maior problema com o Windows 7 após a data de término da vida útil é que ele não será corrigido por problemas ou bugs de segurança, como os que a  Microsoft corrigiu em novembro , deixando-o vulnerável a ameaças emergentes. O Windows 7 foi a versão do Windows  mais amplamente afetada pelo ransomware WannaCry descoberto em 2017 , e não vamos esquecer o  Bluekeep e o  EternalBlue , cada um dos quais afetou amplamente os sistemas operacionais Windows desatualizados.

O software desatualizado torna seus computadores vulneráveis ​​a falhas no sistema, o que pode resultar em enorme perda de dados e até mesmo possíveis falhas de segurança e problemas de conformidade com mandatos como o GDPR e da futura LGPD.

Outra grande preocupação que leva as pessoas a atualizar seus sistemas operacionais é a chance de encontrar problemas de compatibilidade. Quando os aplicativos nos computadores da rede são atualizados, eles podem se tornar incompatíveis com sistemas operacionais como o Windows 7 após o fim da vida útil. A maioria dos fabricantes de software supõe que os ativos do cliente estejam atualizados, incluindo correções de segurança e funcionalidade. Usando sistemas operacionais desatualizados, você pode acabar com aplicativos e programas não funcionais.

A atualização para o Windows 10 custa US$199,99 por dispositivo, enquanto a taxa para manter o Windows 7 com atualizações de segurança estendidas é de US$25 por dispositivo no primeiro ano e pode aumentar anualmente até US$200 por dispositivo. A longo prazo, a opção mais barata (e incidentalmente, a mais segura) é simplesmente atualizar para o Windows 10.

Uma das maneiras mais fáceis de reduzir vulnerabilidades na segurança de um sistema e manter seu departamento de TI um passo à frente dos cibercriminosos é ficar atento e atualizar sistemas operacionais desatualizados.

A melhor maneira de fazer esse acompanhamento é através de uma solução UEM (Unified Endpoint Management). Por isso, te apresentamos o Desktop Central que faz o gerenciamento de desktops e software de gerenciamento de dispositivo móvel que ajuda no gerenciamento de milhares de servidores / desktops / dispositivos móveis a partir de uma localização central. Ele automatiza o gerenciamento de desktop completo e ciclo de vida do gerenciamento de dispositivos móveis que vão desde uma configuração de sistema simples de implantação de software complexos, além de ser alertado quando houver patches importantes de atualizações e/ou correções.

Faça o download agora mesmo do Desktop Central e aproveite sua avaliação gratuita de 30 dias, contando sempre com o time da ACSoftware, seus especialistas ManageEngine no Brasil, tanto pra vendas, suporte, consultoria e treinamento.

ACSoftware revenda e distribuidora ManageEngine no Brasil. – Fone / WhatsApp (11) 4063 9639.

Deixe um comentário