6 passos para implementar um Gerenciamento de Mudanças que funciona – #2 Venda o valor do Gerenciamento de Mudanças

Se você quiser melhorar a estabilidade da infraestrutura, a qualidade de serviço e agilidade de TI, o gerenciamento de mudanças é um “mal necessário”. Ele não é popular porque afirma o controle. O pessoal de TI já acha que ele está muitas vezes dizendo como fazer o seu trabalho e que adicionar algo como um processo de controle de mudanças só vai atrasá-los.

A implementação da gestão de mudança é mais sobre a mudança organizacional do que mudar as operações técnicas. Como qualquer outra mudança organizacional, você tem que vender o valor para os grupos interessados que serão afetados pela implementação e levá-los a bordo. Identifique o fator WIFM (acrônimo de What’s In It For Me?). Cada indivíduo está se perguntando “o que há nele para mim?” e é importante responder a esta pergunta para se realizar a compra. Um bom ponto de partida é fazer uma lista dos diferentes grupos que serão afetados pela implantação. Em seguida, analisar o que eles fazem, como eles fazem e o que vai mudar para eles. Então, cada um desses grupos vai saber o que se espera dele e como eles serão beneficiados.

Fatores críticos de sucesso:

  • Comunique o “porquê” antes de comunicar o “o quê”.
  • Responda a pergunta, “o que há nele para mim?” Para cada grupo de partes interessadas.

Minimize o risco e maximize o sucesso! Acompanhe nossa nova série de posts e tenha as melhores dicas para gerenciar suas mudanças.

Venha conhecer melhor o ManageEngine ServiceDesk Plus e o módulo de gerenciamento de mudanças. O software pode ser testado por 30 dias, contando sempre com o apoio da equipe ACSoftware.
Fone (11) 4063 1007 – Vendas (11) 4063 9639

Veja aqui Primeiro Post da Serie

Deixe um comentário